Choose your language  •  BA  EN  DE  FR  PT

SARA E A SUA MÃE

Teresa Villaverde

Sara tem seis anos, vive sozinha com a sua mãe em Sarajevo nos dias de hoje, início de 2014.

Estão em plena mudança de casa. Mãe e filha, ajudadas por uma amiga também criança, desencaixotam as suas coisas cheias de memórias, umas para partilhar e outras não.

Teresa Villaverde

 

Teresa Villaverde nasceu em Lisboa em 1966.  Os seus filmes estrearam em festivais de cinema de destaque e foram exibidos e premiados em todo o mundo. Aos 24 anos de idade escreveu e realizou a sua primeira longa-metragem, A Idade Maior (The Major Age), apresentada no Festival Internacional de Berlim em 1991. Em 1994 coube a Três irmãos (Two Brothers, My Sister) ser premiado no Festival de Cinema de Veneza, em Competição Oficial. Em 1998 estreou o seu terceiro filme, Os Mutantes (The Mutants), na secção Un Certain Regard em Cannes. Villaverde regressou ao Festival de Veneza em 2001, na secção Cinema del Presente, com Água e sal (Water and Salt). Em 2004 realizou o segmento Cold Wa(te)r no filme colectivo Visions of Europe, coordenado pela produtora Zentropa. Transe (Trance) foi apresentado na Quinzena dos Realizadores de Cannes, em 2006, e Cisne (Swan), na secção Orizzonti, novamente em Veneza. Em 2013 participou no projecto Venice 70: Future Reloaded, reunindo 70 realizadores para o 70º aniversário do Festival de Cinema de Veneza.

 

 

Ukbar Filmes

 

A Ukbar Filmes é uma produtora cinematográfica portuguesa dirigida por Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola. Entre muitos outros, a Ukbar co-produziu Bonsái, do realizador Chileno Christian Jiménez, que estreou na secção Un Certain Regard de Cannes, dando início a um longo percurso de festivais; Virgem Margarida, do realizador moçambicano Licínio Azevedo, que teve estreia em Toronto e foi apresentado e premiado em cerca de outros 20 festivais; Florbela de Vicente Alves do Ó, sobre a poetisa portuguesa Florbela Espanca, vencedor de seis prémios Sophia e um dos filmes portugueses mais vistos de 2012; América, de João Nuno Pinto, com Chulpan Khamatova de “Adeus, Lenine”, co-produzido com o Brasil, Espanha e Rússia; a série televisiva histórica República, com Joaquim de Almeida, com um milhão de espectadores; os documentários Tralas luces de Sandra Sánchez, apresentado em San Sebastián em 2011, Rasgar o Céu, de Horacio Alcalá, uma longa-metragem filmada em nove países; ou Cara a Cara, de Margarida Leitão, estreado no festival Doclisboa em 2013.

COM

Sabina Šabić Zlatar

Sara Šabić Zlatar

Senaida K.

Mak Hubjer

ARGUMENTO

Teresa Villaverde

 

PRODUÇÃO

Pandora da Cunha Telles

Pablo Iraola

DIRECÇÃO DE FOTOGRAFIA

Rui Poças

 

SOM

Vasco Pimentel

 

MONTAGEM

Andrée Davanture

CO-PRODUÇÃO

PARTICIPAÇÃO

PRODUÇÃO

COM APOIO DE